APR - Análise Preliminar de Riscos

A Análise Preliminar de Riscos (APR) consiste em uma avaliação prévia sobre os principais riscos envolvidos em uma organização, processo ou projeto. Esse estudo deve considerar todas as etapas do processo de gestão de riscos: Contextualização, identificação, análise e avaliação dos riscos, além da definição e monitoramento dos controles.

 

A APR é um levantamento inicial que visa obter um primeiro mapeamento dos riscos, de forma estruturada, em tempo reduzido, com o propósito de priorizar recursos. A APR considera as ameaças, vulnerabilidades, impactos, probabilidades e eficiência dos controles existentes.

 

Essencialmente, a APR consiste em um estudo prévio, rápido e com nível de detalhamento adequado acerca dos riscos da organização. Como a APR tem finalidade preventiva, ela deve ser realizada no início de um novo projeto, tarefa ou processo, sobretudo em novas estruturas prediais.

Quando fazer uma APR?

Sua organização necessita realizar grande volume de avaliações de riscos, em pouco tempo, visando tomar uma decisão, mas não possui os recursos necessários como equipe altamente especializada e orçamento definido.

1

Priorizar recursos como tempo, pessoas e investimentos no processo de gestão de riscos.

2

Utilizar recursos humanos não especializados, ou com pouca especialização, no processo de gestão de riscos.

Benefícios da APR para empresas

Ao conhecer os riscos aos quais sua organização está exposta, você poderá desenvolver estratégias de mitigação, priorizar investimentos e acompanhar as ações mitigatórias, diminuindo incertezas em relação aos objetivos futuros da organização.

 

A verdade é que toda atividade humana possui riscos envolvidos. Alguns de maior e outros de menor magnitude para a organização. Dessa forma, mesmo que sua organização não possua uma cultura de gerenciamento de riscos, essa será uma ferramenta gerencial valiosa capaz de:

 

  • Identificar os riscos da organização e classificá-los: A partir da coleta de informações nas diversas áreas da empresa é possível definir, por grau de importância, as vulnerabilidades, ameaças e consequências possíveis.
  • Conscientizar colaboradores próprios e parceiros de negócio: Mapear e analisar os riscos permite que os envolvidos nos processos da organização compreendam a importância de suas ações e os processos que precisam ser melhor controlados.
  • Permitir que os gestores controlem os riscos de maneira eficaz: Com a APR dos principais processos, os gestores podem acompanhar de maneira eficaz os controles que mantêm os riscos dentro do apetite ao risco da organização, garantindo os objetivos estratégicos da organização.
  • Definição de responsabilidades: Durante o planejamento sobre os controles definidos na APR, é preciso designar responsáveis pela implantação e manutenção dos controles. Esse processo ampliará o engajamento dos colaboradores. Gestão de Riscos não é tarefa exclusiva da área de gerenciamento de riscos corporativos.

Como fazer a APR usando o t-Risk?

Visa coletar e organizar as principais informações sobre a organização, processo, projeto ou estrutura onde será realizada a Análise Preliminar de Riscos - APR.

Visa identificar os riscos, com foco em ameaças, vulnerabilidades e consequências (impactos). Evidenciar os riscos através de registros fotográficos que irão, de forma automática, para o relatório final (PDF).

Visa ampliar a compreensão sobre os riscos identificados através de 6 critérios: Função, substituição, profundidade, extensão, probabilidade e impacto; possibilitando classificar e priorizar os riscos segundo sua importância para a organização.

Visa tomar decisões sobre priorização dos riscos através de classificações, levando em consideração o apetite ao risco da organização, possibilitando definir controles eficientes e eficazes.

Definir Plano de Ação para implantar e monitorar a eficiência dos controles selecionados. Através do 5W2H é possível gerenciar projetos e detalhar tarefas. Enviar e-mails automáticos alertando sobre tarefas atrasadas ou concluídas.

Emissão de relatórios completos (PDFs automáticos) seguindo o padrão ABNT de relatório final, contendo evidências fotográficas e todas as informações estruturadas durante a APR. O painel de comparação de indicadores (KPIs) dos ciclos de APR poderá evidenciar a evolução dos riscos.